Aquicultura para todos

O governo norueguês investe £3,5 milhões para salvar as florestas de algas do país

Aquicultura restaurativa Tecnologia e equipamentos Algas marinhas / Macroalgas +6 mais

Uma iniciativa que visa colher ouriços-do-mar invasivos no norte da Noruega para ajudar a revitalizar as florestas de algas da região recebeu financiamento no valor de 47 milhões de coroas norueguesas (£3,5 milhões) do governo norueguês.

Navio principal da Ava Ocean, o Arctic Pearl

© Marius Fiskum

O financiamento foi concedido à Ava Oceans, que desenvolveu uma forma não destrutiva de coletar organismos bentônicos, como vieiras, do fundo do mar, em vez de dragas indiscriminadamente destrutivas.

O financiamento será destinado ao Projeto Ocean Green, que não terá como alvo apenas os ouriços, mas também procurará desenvolver novos produtos a partir dos ouriços colhidos.

Outros participantes do projeto de três anos são Wild Lab Projects, NIBIO Norwegian Institute of Bioeconomy Research, Norsk institutt for vannforskning (NIVA), Akvaplan-niva, Hofseth BioCare ASA e Wandering Owl.

Ava Oceans anunciou o financiamento no LinkedIn, declarando: "Estamos animados para embarcar neste projeto de três anos no início de 2024. O projeto demonstra a adaptabilidade e o potencial de nossa tecnologia exclusiva de coleta no fundo do mar, além da pesca atual de vieiras no Mar de Barents, bem como nosso compromisso de ultrapassar os limites para gerar mudanças positivas reais no setor."

Um ano de marcos

O financiamento da subvenção marca o fim de um ano impressionante para a Ava Ocean, cujo equipamento de colheita exclusivo combina um sistema avançado de fluxo de água com tecnologia de câmera e IA para colher com precisão as espécies-alvo de frutos do mar, permitindo que espécimes de tamanho menor ou capturas acessórias sejam devolvidas ao fundo do mar sem danos.

Após extensos testes com o Instituto Norueguês de Pesquisa Marinha, o governo norueguês concedeu à Ava Ocean a primeira licença para colher vieiras do Ártico no Mar de Barents em mais de três décadas no final de 2022, após a proibição da dragagem.

A empresa garantiu um investimento de € 10 milhões do Ocean 14 Capital Fund em agosto.

Create an account now to keep reading

It'll only take a second and we'll take you right back to what you were reading. The best part? It's free.

Already have an account? Sign in here